Confira como foi a solenidade de abertura do Congresso Brasileiro/Mundial de Cardiologia


Autoridades comoTedros Adhanom, presidente da OMS, participaram da cerimônia que aconteceu na tarde desta quinta-feira, 13



Aconteceu na tarde desta quinta-feira, 13, a solenidade de abertura do Congresso Mundial de Cardiologia, realizado concomitantemente ao 77°Congresso Brasileiro de Cardiologia.

Com a presença do Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o evento teve abertura realizada pelo presidente do Conselho Administrativo da SBC, João Fernando Monteiro Ferreira, que destacou o orgulho da SBC em poder realizar um dos maiores eventos de Cardiologia do mundo.

O presidente da Word Heart Federation, Fausto Pinto, discursou na sequência pontuando o papel institucional da WHF em promover eventos que contribuam para a atualização de cardiologistas ao redor do mundo. Sua fala, ainda, trouxe dados globais impressionantes sobre as doenças cardiovasculares e seus desafios atuais a partir do envelhecimento da população, impactos socioeconômicos e ambientais, assim como a necessidade de se controlar os fatores de risco em escala global. Fausto Pinto, em nome da Word Heart Federation, homenageou o canadense Salim Yusuf pela contribuição na produção de relevantes pesquisas em epidemiologia.

Presidente do Congresso

A presidente do Congresso Mundial e do 77° Congresso Brasileiro de Cardiologia, Andréa Brandão, discursou sobre o grande esforço conjunto entre SBC e WHF em organizar um evento com alto nível científico, lembrando que um evento qualificado deste porte se constrói em muitas mãos.

O diretor do comitê científico da SBC, Paulo Caramori, destacou a abrangência do evento que apresenta números poderosos em termos de palestrantes e atividades.

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu o papel do SUS na saúde dos brasileiros e destacou a Cardiologia como uma especialidade habilitada a lidar com os desafios de reduzir mortalidade e gerenciar fatores de risco.

A participação de Tedros Adhanom, presidente da OMS, que registrou um depoimento por vídeo especialmente aos congressistas, sinaliza a importância global do evento que tem como desafio enfrentar de forma criativa e, sempre embalada em evidência, a evolução das doenças cardiovasculares que são a precaução de morte no Brasil e no mundo.